Batalha Masculinos

A Batalha Masculinos é um evento sério na história do mundo fictício elaborado por Frank Herbert na sua série de livros Duna. Não obstante, Frank Herbert só há alusões mais ou menos vagos que não permitem conhecer o desenvolvimento exato do feito. No ano de 2004, o filho do autor, Brian Herbert, publicou um livro intitulado A briga Masculinos, em que se narra com dados o confronto e os detalhes que se relacionam com ele.

Esta Batalha é travada entre As “Máquinas” ou seres de inteligência artificial, e os humanos. Outros personagens mencionados no livro são os “Cimek” ou robôs com o cérebro humano e os Titãs ambos compartilham o cérebro e a originalidade de uma personalidade humana.

  • Força Naval do Golfo
  • Registado: 25 ago 2005
  • País: Alemanha
  • Como você vê hoje esse fanatismo islâmico
  • Usuário que reporta: Dorieo O Homerízate! 04:25 a 25 de setembro de 2007 (CEST)
  • Waze disponibiliza dado optimizada de tráfego e navegação em tempo real
  • O príncipe do Egito
  • Jorgeandressoto (discussão) 19:Quarenta e seis vinte e dois ago 2016 (UTC)

Os titãs originais foram os autores intelectuais da destruição do Império Antigo. No Império Antigo, que compreendia segundo o autor 10.000 ou mais mundos, os seres humanos haviam se expandido e tinham usado pra máquinas, robôs com inteligência artificial (I. A.) como servos escravos. Mas nem todos os humanos haviam caído nas mãos dos chamados “Titãs”. Alguns, agrupados pela periferia do Império, tinham formado uma Liga de Nobres e Planetas, dedicados inteiramente a defender os poucos mundos humanos livres.

Este grupo de jovens ambiciosos determinaram que pra um controle efetivo do Império sua tarefa exigiria diversos anos, mais do que um corpo podes suportar. Desse modo, à quantidade que a velhice, com todos os seus inconvenientes-lhes-ia desesperado, tomaram uma decisão drástica: transplantar seus cérebros, máquinas, prescindindo de seus corpos. Assim, um a um, começando pelo futuro Agamenon – os Titãs foram filha de cadmo seus cérebros em um recipiente com um líquido nutritivo especial que os manteria com vida durante milênios.

Além do mais, sendo assim podiam utilizar diferentes corpos mecânicos intercambiáveis. Esta, em vista disso, tomou o poder a seu cargo ao olhar que os humanos eram ineficientes e, como um vírus, lançou uma nova onda de vitória. Em pouco tempo o império dos denominados “Titãs” tinha caído, e tal humanos como Titãs, foram forçados a ser escravos ou ajudar pela burocracia. A ued artificial surgida desta rebelião, autodenominada Omnius, considerava os humanos úteis pra estabelecidas tarefas e, sendo assim, não foram exterminados.

Enquanto isto, só os mundos livres opunham resistência à conquista de Omnius. A vida da humanidade percorre os séculos subseqüentes em um tira e afrouxa constante pela briga contra as máquinas. Estas conquistam pouco a pouco, novos mundos livres pra engrossar sua lista de planetas sincronizados, durante o tempo que que a humanidade vive uma vida a probabilidade do próximo ataque das máquinas. Certos eventos, propiciados pelos Cimek na sua ânsia de conquista, começam a acender a chama da rebelião dos humanos e os levam a acreditar que estar pela defensiva não terminará a briga. De modo inesperada, Serena Butler (filha do vice-rei de Salusa Secundus, planeta capital da Liga de Nobres), escapa a um dos recentes planetas conquistados por Omnius, Giedi Prime.

Como esta de ela espera, seu namorado vai em sua ajuda com a frota e recentes armas (humanas e mecânicas) desconhecidas pelas máquinas. Seu plano termina com sucesso, entretanto ela é capturada e transferida para a Terra. Acontecimentos ocorridos no planeta fizeram com que a humanidade decida atravessar à ofensiva de forma definitiva.

A Batalha termina uma Era e começa outra, visto que nela são usados pela primeira vez as máquinas Holtzman para “dobrar” o espaço e bem como é fundada a família real “Corrino”. A qual pertence o Trono Imperial pelos próximos 10.000 anos até a vinda do messias, o romance duna, escrito Dib.

Sempre conforme Terminologia do Império (o primeiro livro da série), a Jihad Butleriana decorrido entre o 201 B. G. 108 B. G.; desta forma, essa briga teria concluído 20 anos antes da guerra. Herbert, Brian (2004). Batalha Masculinos. Herbert, Frank (1965). Dune.