O Que É Linux?

Os principais programas responsáveis por interagir com o kernel foram criados na fundação GNU. Por esse fundamento, é mais justo alegar-se ao sistema operacional GNU/Linux, ao invés Linux. Uma distribuição não é mais que o conjunto de kernel, programas de sistema e aplicativos reunidos num único CD-ROM (ou qualquer outro tipo de mídia). Na atualidade temos milhares de aplicativos pra plataforma GNU/Linux, onde cada corporação responsável pela distribuição decide os aplicativos que nela devem ser incluídos. Muitos conhecem e divulgam o sistema operacional do pinguim apenas como Linux, no entanto o termo correto é GNU/Linux.

Em expressões mais fácil, o Linux é só o kernel do sistema operacional, porém depende de uma série de ferramentas para trabalhar, começando com o programa usado pra compilar o código referência. Estas ferramentas são disponibilizadas pelo projeto GNU, construído por Richard Stallman.

  • 9 Teoria da conspiração israelense
  • Ponomariov – Hydra 0-1
  • oito – leve-me pra lua
  • você Conhece o livro de John Richardson, colega e biógrafo de Picasso? O que lhe pareceu

Em novas frases, o sistema operacional Linux é a combinação de Linux com as ferramentas GNU, deste jeito que o termo preciso é GNU/Linux. A diferença mais marcante entre Linux e Windows é o evento de que o primeiro é um sistema de código aberto, montado por programadores voluntários espalhados por toda internet e distribuído sob a licença pública GPL.

Enquanto o Windows é software proprietário, não tem o código-fonte acessível e você necessita adquirir uma licença pra ter o certo de usá-lo. Você não precisa pagar nada pra usar o Linux, nem ao menos é um crime fazer cópias pra instalar em outros pcs. A vantagem de um sistema de código aberto é que é versátil às necessidades do usuário, o que faz com que suas adaptações e correções sejam bem mais rápidas. Lembre-se que o teu favor, você tem milhares de programadores de o mundo todo pensando apenas em fazer do Linux um sistema cada vez melhor. O código aberto do sistema permite que qualquer pessoa encontre como tem êxito, corrija algum defeito ou faça alguma recomendação a respeito de tua melhoria.

Este é um dos motivos de teu ligeiro desenvolvimento, como esta de a compatibilidade com novo hardware, sem conversar de sua maior performance e estabilidade. O Linux tem abundantes modelos, e estes são chamados de distribuições. Uma distribuição nada mais é que um kernel e programas escolhidos a dedo na equipe que a desenvolve. Cada distribuição tem suas particularidades, tais como a maneira de instalar um pacote (ou software), interface de instalação do sistema operacional em si, interface gráfica e suporte de hardware.

Então, resta ao usuário definir a distribuição que melhor se adapta às suas necessidades. O sistema X-Window (sem “s”), assim como conhecido como X, dá o ambiente gráfico do sistema operacional. Ao oposto do OSX (Macintosh) e o Windows, o X faz com que o gerenciador de janelas (a interface visual em si) seja um modo separado. Na realidade, a vantagem de soltar o gerenciador de janelas é que você pode escolher entre uma vasto pluralidade de operadores existentes pra Linux e o que mais lhe convenha, como o Gnome, KDE e XFCE, entre outros.